noticias Seja bem vindo ao nosso site Rádio Brasil Cannabis!

Saúde

Canabidiol é eficaz para sintomas de mulheres na pós-menopausa, diz estudo americano

Realizado em camundongos, a pesquisa apontou que os bichos que receberam o CBD não apresentavam sinais semelhantes ao período, como disfunção metabólica

Publicada em 15/09/22 às 18:42h - 70 visualizações

O Globo — São Paulo


Compartilhe
Compartilhar a noticia Canabidiol é eficaz para sintomas de mulheres na pós-menopausa, diz estudo americano  Compartilhar a noticia Canabidiol é eficaz para sintomas de mulheres na pós-menopausa, diz estudo americano  Compartilhar a noticia Canabidiol é eficaz para sintomas de mulheres na pós-menopausa, diz estudo americano

Link da Notícia:

Canabidiol é eficaz para sintomas de mulheres na pós-menopausa, diz estudo americano
Remédios vindos do CBD  (Foto: Freepik)
O canabidiol (CBD), importante componente do cânhamo e da maconha medicinal, usado para tratar condições como dor crônica, inflamação, enxaqueca, epilepsia, doenças autoimunes, depressão e ansiedade, também pode ser usado, segundo estudo realizado pela Universidade americana Rutgers Escola de Ciências Ambientais e Biológicas (School of Environmental and Biological Sciences, SEBS), como um possível tratamento para mulheres na pós-menopausa cujos ovários não produzem mais estrogênio.

Ao longo de 18 semanas, os pesquisadores alimentaram camundongos com deficiência de estrogênio a base de uma dieta constante de pequenas bolas de manteiga de amendoim com canabidiol e sem o medicamento.

Os animais que não receberam o CBD desenvolveram sintomas semelhantes aos das mulheres na pós-menopausa, como disfunção metabólica, evidência de inflamação, menor densidade óssea e níveis mais baixos de bactérias intestinais benéficas. No entanto, os camundongos que ingeriram CBD, eliminavam mais facilmente a glicose da corrente sanguínea, queimavam mais energia, tiveram uma melhora significativa na densidade óssea, além de ter uma redução nas inflamações em seus tecidos intestinais.

As mulheres passam cerca de um terço de sua vida no estágio pós-menopausa, definido como um ano após a menstruação final, que ocorre por volta dos 51 anos, período em que há um declínio acentuado nos níveis de estrogênio, o que resulta em graves problemas para a saúde, como ganho de peso, doenças cardiometabólicas, osteoporose, distúrbios gastrointestinais e declínio cognitivo.

A terapia de reposição hormonal (TRH) existe como uma das poucas opções de tratamento, mas os riscos e benefícios da TRH são variáveis e dependem do tipo de terapia, da idade da mulher, o estado de saúde individual e as doses. Estudos indicam que o uso excessivo de TRH em mulheres com mais de 60 anos, por exemplo, leva a um maior risco de doenças cardíacas, derrames, coágulos sanguíneos e câncer.

“Este estudo pré-clínico é o primeiro a sugerir o potencial terapêutico do CBD para aliviar os sintomas da deficiência de estrogênio”, disse Diana Roopchand, professora assistente do Departamento de Ciência Alimentar da Rutgers Escola de Ciências Ambientais e Biológicas e autora do estudo.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 84998797676

Visitas: 1151331
Usuários Online: 3
Copyright (c) 2024 - Rádio Brasil Cannabis - O IBCA está enquadrada no âmbito das políticas e práticas de Redução de Danos e dentro do direito fundamental e preceito constitucional da liberdade de expressão
Converse conosco pelo Whatsapp!