noticias Seja bem vindo ao nosso site Rádio Brasil Cannabis!

Leis e Direito

EUA: Senado vota para conceder cannabis medicinal a veteranos de guerra.

Publicada em 07/10/21 às 18:55h - 174 visualizações

por CANNABIS WORLD JOURNALS


Compartilhe
Compartilhar a notícia EUA: Senado vota para conceder cannabis medicinal a veteranos de guerra.  Compartilhar a notícia EUA: Senado vota para conceder cannabis medicinal a veteranos de guerra.  Compartilhar a notícia EUA: Senado vota para conceder cannabis medicinal a veteranos de guerra.

Link da Notícia:

EUA: Senado vota para conceder cannabis medicinal a veteranos de guerra.
 (Foto: CANNABIS WORLD JOURNALS)
Esse ano que passou tem sido prova de  importantes avanços legislativos para a  indústria da cannabis, tanto nos Estados  Unidos como em todo o mundo. Nesse sentido, era lógico que um dos segmentos  mais valorizados pelo sacrifício e devoção ao país - os veteranos de guerra - também estivesse envolvido nessa evolução.Portanto, o Comitê de Apropriações do Senado - o órgão com jurisdição sobre a legislação de gastos discricionários do Senado - aprovou uma emenda em meados de agosto que visa conceder cannabis medicinal a veteranos militares. 

Esta emenda permitirá que os médicos de assuntos veteranos (VA- na sigla em 
inglês) façam recomendações nos estados onde a cananbis medicinal é legal. A medida permitirá que os veteranos conversem com seus médicos sobre a possibilidade de usar cannabismedicinal para tratar uma variedade de problemas, incluindo a síndrome do 
transtorno de estresse pós-traumático (PSPT). Em particular sobre este último, 
já existem vários estudos, incluindo CannaLaw dois realizados no ano passado e 
referenciados na revista Forbes, que indicam como os canabinóides podem 
ajudar a tratar o PSPT. O primeiro mostra como a cannabis pode reduzir a atividade na 
amígdala do cérebro, área responsável por produzir a sensação de medo diante de 
possíveis ameaças; o segundo sugere que os canabinóides podem desempenhar um 
papel na extinção de memórias traumáticas.

Como consequência, é necessário que os veteranos tenham acesso aos benefícios da 
planta para tratar seus sintomas. Por sua vez, Eric Goepel, fundador e diretor geral da 
Aliança de Veteranos pelo Cannabis, tem sido uma das pessoas que mais lutou por 
esta iniciativa legislativa. Por meio dessa alteração, ele explicou que busca combinar 
a intenção por trás da Lei de Igualdade de Acesso aos Veteranos com a Diretiva 1315 
da Administração de Saúde dos Veteranos, que proíbe os médicos da VA de tomar 
medidas punitivas contra veteranos que revelam o uso de cannabis.

Esta iniciativa foi rejeitada por anos, já que o Departamento de Assuntos de 
Veteranos se opôs consistentemente a qualquer proposta de reforma de lei 
relacionada à cannabis.Desafios adicionais para a emenda...Como explica Goepel, por ser uma emenda que acompanha a lei de dotações, significa que terá de ser 
autorizada anualmente. Isso significa que, mesmo que seja definitivamente 
aprovado, seu escopo será limitado a um CannaLaw ano. Goepel acrescenta "É necessário, mas é insuficiente em vista dos mais de 100.000 veteranos mortos por suicídio e overdoses desde 9/11”; Embora seja um passo na direção certa, não será 
definitiva ou suficiente até que o Congresso termine a proibição federal da cannabis. 

Este último já está surgindo com iniciativas como o projeto bipartidário 
para acabar com a proibição federal da cannabis. Na verdade, os próximos anos parecem promissores para a indústria da cannabis nos Estados Unidos.
 
Fonte: CANNABIS WORLD JOURNALS | EDIÇÃO NO. 7 | 15  Data: 07/10/2021.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 84998797676

Visitas: 1127361
Usuários Online: 19
Copyright (c) 2022 - Rádio Brasil Cannabis - O IBCA está enquadrada no âmbito das políticas e práticas de Redução de Danos e dentro do direito fundamental e preceito constitucional da liberdade de expressão
Converse conosco pelo Whatsapp!