noticias Seja bem vindo ao nosso site Rádio Brasil Cannabis!

Curiosidades

O que a indústria da cannabis deve aprender com a indústria farmacêutica

Formulação e medicamentos

Publicada em 25/10/21 às 22:51h - 306 visualizações

Instituto Brasil Cannabis


Compartilhe
Compartilhar a noticia O que a indústria da cannabis deve aprender com a indústria farmacêutica  Compartilhar a noticia O que a indústria da cannabis deve aprender com a indústria farmacêutica  Compartilhar a noticia O que a indústria da cannabis deve aprender com a indústria farmacêutica

Link da Notícia:

O que a indústria da cannabis deve aprender com a indústria farmacêutica
 (Foto: Instituto Brasil Cannabis)

A indústria da cannabis nos últimos anos deixou de ser uma indústria emergente para se posicionar na frente econômica com as indústrias mais antigas, como a farmacêutica. O fato de haver muitas semelhanças e convergências entre as duas indústrias nos leva a examinar os acertos e erros que foram cometidos no desenvolvimento da gigante indústria farmacêutica.

Uma das maiores lições que a indústria da cannabis pode aprender com a indústria farmacêutica é o foco que seus medicamentos têm na complexidade. Com isso, queremos dizer o fato de que um medicamento contém uma ampla gama de compostos que interagem entre si para aumentar seu efeito, em vez de apenas um.

Embora a indústria da cannabis esteja obcecada em isolar novos compostos como delta-8 THC ou CBG agora, isso pode realmente se tornar um problema, em vez de um triunfo. Esse erro é um dos processos que temos replicado da indústria farmacêutica, onde compostos de plantas foram isolados para produzir medicamentos, como a aspirina que vem do salgueiro ou a vitamina C dos cítricos

Mas qual é o problema desse tipo de abordagem? Este isolamento de compostos vai contra as evidências científicas que existem sobre a medicina da cannabis. O famoso efeito de entourage mostrou-nos que o fitoterápico inteiro é muito mais eficaz para o tratamento de várias condições médicas. Algo que a indústria da cannabis certamente deve levar em conta na produção de medicamentos, já que o verdadeiro poder de cura está no acesso a toda a planta em vez de pegar e escolher compostos.

Regulação e fabricação

Outra área em que essas indústrias compartilham um caminho semelhante é na regulamentação. Os padrões de qualidade de ambas indústrias são extremamente rigorosos e por um bom motivo, pois são projetados para fornecer segurança e credibilidade para o paciente e para a indústria médica.

As entidades reguladoras que controlam a produção de medicamentos na indústria farmacêutica têm medidas igualmente rígidas para a indústria de cannabis. Se a cannabis seguir o mesmo caminho que a indústria farmacêutica precisará padronizar e atualizar seus processos de fabricação. O desenvolvimento provavelmente trará consigo a adição de vários testes para avaliar a segurança da matéria-prima e a consistência do produto.

Para que a cannabis siga o caminho da indústria farmacêutica é necessário criar uma indústria com maior credibilidade aos olhos dos consumidores e legisladores. A redução de riscos e o aumento da segurança também permitirão avanços na legalização mundial e um mercado com uma oferta de produtos seguros e padronizados que mostram um setor mais comprometido.

Fonte: CANNABIS WORLD JOURNALS | EDIÇÃO No. 8 | 23 Data: 28/10/2021.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 84998797676

Visitas: 1151332
Usuários Online: 4
Copyright (c) 2024 - Rádio Brasil Cannabis - O IBCA está enquadrada no âmbito das políticas e práticas de Redução de Danos e dentro do direito fundamental e preceito constitucional da liberdade de expressão
Converse conosco pelo Whatsapp!