noticias Seja bem vindo ao nosso site Rádio Brasil Cannabis!

Cultivo

Guia para Secar e Curar Buds de Cannabis

Publicada em 12/09/21 às 21:00h - 213 visualizações

por Leafly


Compartilhe
Compartilhar a notícia Guia para Secar e Curar Buds de Cannabis  Compartilhar a notícia Guia para Secar e Curar Buds de Cannabis  Compartilhar a notícia Guia para Secar e Curar Buds de Cannabis

Link da Notícia:

Guia para Secar e Curar Buds de Cannabis
 (Foto: Instituto Brasil Cannabis)

Depois de meses de trabalho cuidando de suas plantas você finalmente colheu uma plantação de buds perfumados que você mal pode esperar para experimentar, mas primeiro eles precisam estar secos.

Aí começa o dilema entre secar seus buds de forma mais rápida possível ou realizar a cura que é um processo um pouco mais lento, mas que remove a umidade das flores sob condições ambientais controladas gerando menor risco de perdas.

A cura adequada da cannabis aumenta a potência

As plantas de cannabis produzem o ácido tetrahidrocanabinólico (THCA) e outros canabinóides através de um processo chamado biossíntese, no qual certos compostos são gradualmente convertidos em novas misturas. Por exemplo, o THCA se torna o principal composto psicoativo da cannabis, o THC.

Esse processo não para completamente no segundo em que você corta sua planta; se você mantiver a cannabis recém-colhida em temperaturas até 21ºc e nível de umidade entre 45-55%, a conversão de canabinóides não-psicoativos para THCA continuará e seus buds ganharão potência.

A secagem rápida em condições quentes e secas interrompe este processo muito mais rapidamente.

Cura afeta o sabor e a qualidade do fumo

Muitos dos compostos aromáticos ( terpenos ) que dão à cannabis um cheiro e sabor únicos são bastante voláteis e podem degradar e evaporar a temperaturas tão baixas quanto 21° C. Uma cura lenta a baixas temperaturas preservará estes terpenos melhor do que um processo rápido e quente de secagem de cannabis.

Essas condições também criam um ambiente ideal para enzimas e bactérias aeróbias para decompor os minerais remanescentes e os açúcares indesejáveis ​​produzidos pela decomposição da clorofila durante o processo de secagem. A presença desses açúcares e restos de minerais é o que causa a sensação de queimação na garganta causada pela ingestão indevida de cannabis curada.

Cura preserva sua cannabis

Uma cura adequada permite que você armazene sua cannabis por longos períodos sem se preocupar com mofo ou a perda de conteúdo de canabinóides. Flores bem curadas podem ser armazenadas em um recipiente hermético em local fresco e escuro por até dois anos sem perda significativa de potência.

Como secar e curar buds de cannabis

Há muitas maneiras de curar buds de cannabis, mas a maioria das pessoas usa uma variação de um método popular. Embora você possa congelar, secar, curar com água ou até mesmo secar com gelo, você vai se concentrar na maneira mais fácil e segura de obter os melhores resultados de sua colheita.

Secagem inicial de cannabis

Como você conclui esta etapa dependerá de como você colhe sua cannabis. A maneira mais popular é cortar ramos de 30-40cm das plantas, remover folhas indesejadas e, em seguida, pendurar os galhos de barbante ou arame. Alguns produtores cortam e penduram plantas inteiras, enquanto outros cortam brotos de galhos e os colocam em prateleiras de secagem de cannabis.

Você pode aparar completamente suas flores antes de secar ou esperar até depois.

Independentemente do método que você preferir, você precisará manter a maconha colhida em um quarto escuro com temperaturas dentro da faixa de 15-21°C e umidade entre 45-55%, com um pequeno ventilador para gentilmente circular o ar. Para efeito de praticidade, você pode coloca-las em uma sesta de secagem

Isso é crucial para preservar o sabor e o aroma de seu broto colhido no produto acabado; portanto, é recomendável que você tenha um desumidificador, uma unidade de ar condicionado ou outro método para garantir que as condições permaneçam nessa faixa.

Quando as flores parecem um pouco estaladiças do lado de fora e os ramos menores se esticam ao dobrá-las, em vez de dobrá-las, você está pronto para a próxima etapa.

Dependendo da densidade das flores e das condições ambientais, pode levar de 5 a 15 dias para que a secagem inicial seja concluída.

Cura Final

Depois de ter determinado que os seus botões de cannabis estão mais secos, é hora de curá-los.

Passo 1: Apare os seus botões e separe-os dos galhos, se ainda não o fez.

Passo 2: Coloque os botões aparados em algum tipo de recipiente hermético. Os frascos de lata de boca larga são o recipiente mais comumente usado, mas você também pode usar vasos de cerâmica, metal, madeira ou plástico. Algumas pessoas usam sacolas plásticas, mas a maioria delas não é adequada para a cura, pois não são impermeáveis ​​ao oxigênio e podem se degradar quando entram em contato com certos terpenos encontrados na cannabis. Dê preferência sempre para o uso de recipientes de Aço Inox estilo C-Vault e de preferência com um sachê de Boveda para retirar umidade.

Etapa 3: Feche os recipientes e coloque-os em um local fresco, seco e escuro para concluir o processo de cura. No primeiro dia, você notará que os botões não são mais crocantes e secos do lado de fora, pois a umidade do interior das flores reidrata as partes externas. Se este não for o caso, você secou sua cannabis.

Passo 4: Durante a primeira semana, abra os recipientes várias vezes por dia e deixe as flores “respirarem” por alguns minutos. Isso permite que a umidade escape e repõe o oxigênio dentro do contêiner. Se você notar o cheiro de amônia ao abrir um recipiente, isso significa que os gomos não estão secos o suficiente para serem curados e bactérias anaeróbias estão consumindo-os, o que levará à cannabis mofada e podre. Após a primeira semana, você só precisará abrir os contêineres uma vez a cada poucos dias.

Após 2 a 3 semanas em recipientes, sua cannabis será curada o suficiente para proporcionar uma experiência de qualidade, mas 4 a 8 semanas de tempo de cura a melhorarão ainda mais. Algumas cepas se beneficiam de 6 meses ou mais de cura.

O processo de cura é possivelmente o aspecto mais negligenciado da produção de cannabis.

Fonte: https://blog.prazeresdacasa.com.br/grow/guia-para-secar-e-curar-buds-de-cannabis/ Data: 12/09/2021.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

2 comentários


Sérgio Jesus de Oliveira

30/09/2021 - 11:54:57

Excelente!!!


Sérgio Jesus de Oliveira

30/09/2021 - 11:52:00

Excelente!!!


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 84998797676

Visitas: 1127391
Usuários Online: 8
Copyright (c) 2022 - Rádio Brasil Cannabis - O IBCA está enquadrada no âmbito das políticas e práticas de Redução de Danos e dentro do direito fundamental e preceito constitucional da liberdade de expressão
Converse conosco pelo Whatsapp!